segunda-feira, 29 de agosto de 2011

sábado, 20 de agosto de 2011

PLEAAASEEEE!

me dá uma Lua Azul?

Vamos por partes,

pode ser? Hoje eu me regenero da sua ausência, amanhã limpo a ferida que ela me causou, e depois, bem... Depois eu tento encontrar a felicidade.

Agarradas a um saco imenso de pipoca

e dois baldes de coca, rolando pelo chão do cinema, apreciando poesias, ou simplesmente cantando horrivelmente, você me faz sorrir.
Obrigada por me ensinar uma nova vida, uma vida com amigos, com melhores amigos...

 PRA BÊ (:

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Vai menina,

fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como que não aposta.
  CaioF.

E no fundo, tudo

o que existe dentro dela, é um coração bobo disfarçado na tentativa de se proteger desse mundo mal.

Só não posso perder

a minha essência. Todas as outras coisas, com esforço eu reconquisto.

Mas até quando,

você vai achar que sou como a luz, que você acende e apaga quando quer?

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

...

Meu humor anda grotesco
Minha impaciência estampa-se em meus passos..
Até mesmo o sussurrar das batidas do seu coração me enraivece.
Não se aproxime, sua respiração me incomoda.
Me acostumei a viver só.
E hoje, mais uma vez, não vou deixar o sol entrar.

droga :@







Ouço a canção que odiávamos
E até mesmo ela me empurra você estômago abaixo....
Ou me desligo do mundo, ou enlouqueço sem a parte que me fazia viver.

Não, não!

Podem me impedir de gritar ao mundo o que sinto; mas não podem calar minhas frases polêmicas que no papel ganham vida.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Nostalgia.

Ás vezes o peito dói, a saudade aperta e nem se sabe ao certo porque. A única coisa que sei é que sinto falta dos meus amigos, os de verdade, os pra sempre...
Nem mesmo inspiração tem me visitado. Talvez eu tenha espantado até mesmo ela!